Carregando...
— Notícias

Programa MídiaMundo explica desafios da sociedade em tempos de hiperinformação

Foto de Mariana Mandelli
Autor Mariana Mandelli Coordenadora de comunicação Sobre o autor

Iniciativa apoiada pelo Palavra Aberta abordará semanalmente questões do mundo conectado

Imagem de destaque do post

Como ler, analisar e participar da política, economia, educação, saúde e cidadania utilizando o arsenal de comunicação e tecnologia ao nosso dispor? Em quem confiar e como não ser iludido pelas chamadas “fake news”?

Com a premissa de analisar e discutir as novas mídias e os efeitos e comportamentos que delas decorrem na nossa sociedade super conectada, foi criada a série MídiaMundo. O objetivo do programa é explicar temas relacionados à educação midiática e cultura digital para um público geral, de maneira simples, direta e clara. Assim, assuntos como influenciadores digitais, deep fakes e desinformação serão explorados nos episódios.

O projeto será lançado em 1 de junho e é uma co-produção entre o ABC da Notícia a e ZeitGeist. Foi desenvolvido pelos jornalistas Maria Cristina Poli e Alexandre Sayad, que apresentam a série, e pelo diretor Luciano Cury, com ampla experiência nos campos de mídia e educação, com apoio do Instituto Palavra Aberta, entidade que há 10 anos desenvolve ações em prol da liberdade de imprensa, da liberdade de expressão e mais recentemente da educação midiática, com a iniciativa EducaMídia. 

 “A Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação Ciência e Cultura) e o Instituto Palavra Aberta, por meio do EducaMídia, defendem a educação midiática com um elemento fundamental para o exercício da cidadania.  O tema  é de interesse geral do público geral como elemento de “educação permanente” (life long learning): de crianças e jovens em idade escolar, a adultos e idosos que compulsoriamente  convivem com a mídia”, explica Alexandre Sayad.

Toda segunda-feira, às 10 horas, um novo episódio entrará no canal do MídiaMundo do Youtube. A primeira temporada conta com 24 episódios de até 4 minutos e contam com a participação de jornalistas, educadores, políticos, artistas e de todo o público que convive diariamente com as mídias, construindo um mosaico de visões sobre as questões e explicando a engrenagem de negócios e de possibilidades e riscos de cada fenômeno midiático que estamos vivenciando.

O primeiro episódio, “Mentira – O vírus da desinformação”, conta com a presença de Suzana Singer, editora especial da Folha de S. Paulo; Jairo Bouer, psiquiatra e comunicador, e Cristina Tardáguila, diretora adjunta da International Fact-Checking Network e fundadora da LUPA. 

Foto de Mariana Mandelli

Mariana Mandelli

Coordenadora de comunicação

Mariana Mandelli é coordenadora de comunicação do Instituto Palavra Aberta.

Voltar ao topo
FAÇA
PAR—
TE

Venha para nossa rede de educação midiática!
Fique por dentro das novidades

Receba gratuitamente nossa newsletter

Siga nossas redes sociais

Que tal usar nossa hashtag?

#educamidia