Carregando...
— Notícias

Palavra Aberta e Google.org renovam parceria pelo EducaMídia

Ensinar as pessoas a lidar, de maneira crítica e responsável, com o que vêem, recebem e compartilham on-line  é essencial para promovermos uma sociedade mais democrática e preparada...

Imagem de destaque do post

Ensinar as pessoas a lidar, de maneira crítica e responsável, com o que vêem, recebem e compartilham on-line  é essencial para promovermos uma sociedade mais democrática e preparada para enfrentar o problema da desinformação. Esse é justamente o nosso objetivo como EducaMídia, programa de educação midiática nascido em 2019 com a coordenação do Instituto Palavra Aberta e apoio financeiro do Google.org, braço filantrópico do Google.

Por isso, estamos felizes em anunciar que o Google.org renovou a parceria conosco! Com o novo aporte, o EducaMídia poderá expandir suas atividades, levando educação midiática para ainda mais pessoas e regiões no Brasil até 2023.

É importante destacar que, ao longo dos últimos dois anos, formamos cerca de 20.000 educadores, gestores, influenciadores e pais sobre educação midiática em cidades como Recife, Brasília e Rio de Janeiro. Em São Paulo, desenvolvemos uma disciplina eletiva de educação midiática na rede pública estadual, tornando nosso conteúdo acessível a mais de 5 milhões de estudantes do sexto ano do ensino fundamental ao ensino médio. 

Para apoiar o educador no dia a dia na sala de aula, lançamos uma série de planos de aulas gratuitos — como o material “Muito Além das Fake News”, que ensina como combater a desinformação e identificar fontes seguras. Também criamos o Guia da Educação Midiática, disponível gratuitamente junto a dezenas de outros recursos.

É importante lembrar que a educação midiática e informacional, que desde 2017 integra a Base Nacional Comum Curricular, enfrenta um duro desafio no Brasil e no mundo. Segundo a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), 67% dos estudantes brasileiros de 15 anos não conseguem traçar a diferença entre o que é um fato e o que é uma opinião, e quase metade afirma não ter sido ensinado sobre isso na escola. 

“É fundamental inserir a educação midiática como um direito do cidadão e criar as condições para que educadores e gestores tenham contato e multipliquem esse conjunto de habilidades. Obtivemos sucesso na criação de currículos e ferramentas, agora queremos ampliar nosso alcance e impacto e seguir em frente na defesa de uma política pública sólida e robusta para o país”, diz Patricia Blanco, presidente do Palavra Aberta.

Com a renovação da parceria por meio do aporte de R$ 5 milhões, o EducaMídia atuará, até 2023, com o objetivo de colaborar para que a educação midiática se torne parte dos planejamentos pedagógicos das escolas no país, bem como para levar essa fluência digital para idosos e populações vulneráveis; e no combate à disseminação das notícias falsas ou de baixa qualidade para os processos eleitorais, com foco na formação de novos eleitores.

Voltar ao topo
FAÇA
PAR—
TE

Venha para nossa rede de educação midiática!
Fique por dentro das novidades

Receba gratuitamente nossa newsletter

Siga nossas redes sociais

Que tal usar nossa hashtag?

#educamidia

Utilizamos cookies essenciais para proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de privacidade.

Política de privacidade