Carregando...
— Notícias

Live EducaMídia discute educação midiática e ensino híbrido

Foto de João Costa
Autor João Costa Jornalista Sobre o autor

Um dos maiores desafios da pandemia é a educação de crianças e jovens. Com a reabertura das escolas para aulas presenciais, muito tem se falado sobre ensino híbrido,...

Imagem de destaque do post

Um dos maiores desafios da pandemia é a educação de crianças e jovens. Com a reabertura das escolas para aulas presenciais, muito tem se falado sobre ensino híbrido, termo que tem causado muitas dúvidas entre educadores e famílias.

Foi pensando nisso que o tema da primeira live de 2021 do EducaMídia veio em forma de pergunta: Como a educação midiática e o ensino híbrido estão relacionados? Partindo desta questão, o EducaMídia promoveu uma ampla discussão para apoiar professores e demais profissionais da educação nesse momento de transição.

Para falar sobre esse desafio e apresentar perspectivas, Daniela Machado e Mariana Ochs, coordenadoras do EducaMídia, trouxeram diversas referências e dicas. A live foi ao ar no dia 11 de fevereiro no  FacebookYoutube.

Ensino híbrido
Mariana Ochs ressaltou, no início de sua fala, a preferência pelo uso do termo “educação híbrida” no lugar de “ensino híbrido”. Para ela, o primeiro transmite uma dinâmica de construção contínua, de um processo de aprendizado que não se esgota. “É como a educação midiática: estamos sempre aprendendo, isso não termina”, explicou ela.

“A educação híbrida é uma abordagem didática que combina intencionalmente, no mesmo projeto de aprendizagem, momentos coletivos presenciais e não presenciais. Estes são supervisionados pelo educador quando os alunos estão realizando as atividades de maneira autônoma com o uso de tecnologia”, continuou Mariana.

Ela destacou que se trata de um percurso autônomo de investigação, produção que explora de maneira diversa o mesmo conteúdo criando experiências de aprendizagem ativas e personalizadas o que é outro componente muito importante da educação híbrida”, concluiu.

Educação midiática
Na avaliação de Mariana Ochs, neste processo de educação híbrida, a educação midiática é fundamental, pois conjuga a construção autônoma do conhecimento e o uso qualificado da tecnologia, com percursos personalizados e produção criativa, crítica e ética de mídia, afirmou.

A educadora enfatizou a importância da alternância entre momentos coletivos, em grupo, e de trabalho autônomo. “É importante frisar que o trabalho autônomo não é uma atividade realizada pelo estudante sozinho, mas sim com a orientação de um professor”, explicou Ochs.

Daniela Machado complementou afirmando o conceito de autônomo nesse contexto tem a ver com o conhecimento, a confiança e as habilidades necessárias para que o aluno aproveite o caminho do aprendizado, o que indica a plena presença da educação midiática. “Somente assim o aluno estará preparado para enfrentar boa parte da jornada de aprendizagem”, concluiu.

Recursos
No final da live, Mariana e Daniela indicaram alguns dos recursos que estão disponíveis aqui no site do EducaMídia. São eles:

Todas as lives de 2020. Clique aqui.

Guia da Educação Midiática gratuitamente. Clique aqui.

Para assistir ao vídeo com Mariana Ochs e Daniela Machado na íntegra, clique aqui.

Foto de João Costa

João Costa

Jornalista

Jornalista, desenvolve um trabalho com o propósito humanitário por meio da: "Filosofia da Evolução das Relações Humanas”.

Voltar ao topo
FAÇA
PAR—
TE

Venha para nossa rede de educação midiática!
Fique por dentro das novidades

Receba gratuitamente nossa newsletter

Siga nossas redes sociais

Que tal usar nossa hashtag?

#educamidia

Utilizamos cookies essenciais para proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de privacidade.

Política de privacidade