Carregando...
— Notícias

Live EducaMídia debate perspectivas em educação midiática para 2022

Foto de João Costa
Autor João Costa Jornalista Sobre o autor

2021 foi mais um ano desafiador para a educação por conta de inúmeros fatores, mas principalmente devido aos efeitos da pandemia de Covid-19, assim como ocorreu no ano...

Imagem de destaque do post

2021 foi mais um ano desafiador para a educação por conta de inúmeros fatores, mas principalmente devido aos efeitos da pandemia de Covid-19, assim como ocorreu no ano anterior. Nesse sentido, o que podemos esperar de 2022? E o que a educação midiática tem a ver com tudo isso? Para traçar algumas perspectivas, o EducaMídia, promoveu a última live do ano debatendo esse cenário.

A live foi ao ar na quinta-feira, dia 09/12, conduzida por Mariana Ochs e  Daniela Machado, coordenadoras do EducaMídia.

Educação midiática
Mariana ressaltou, logo no início da live, o expressivo crescimento do EducaMídia e do conceito de educação midiática, que vem chegando a muitos lugares por diversas frentes de trabalho, incluindo contato com a sociedade civil, educadores e governos.

Já Daniela afirmou que ainda existem muitos obstáculos para essa disseminação se concretizar ainda mais, já que muitas soluções novas precisam ser criadas para dar conta de toda a defasagem educacional deixada pela pandemia. “Um dos desafios para o ano de 2022 está em como ajudar as crianças e adolescentes a desenvolverem uma nova forma de se relacionar com a informação nos ambientes digitais, algo que os leve a ter um uso mais qualificado, responsável e ético com tudo que é encontrado nesse, com o apoio da educação midiática”, explicou.

De acordo com Mariana, a pandemia deixou óbvio o quão importante é preparar as crianças e os jovens para viverem no mundo digital, já que a internet é um “espaço” que precisa ser ocupado com muita responsabilidade. “A tecnologia é uma linguagem e, hoje, quem não domina esta linguagem está excluído. Para acessarmos nossos direitos de forma plena na sociedade, é preciso entender que o mundo digital não é só ferramental, mas também constituído pela cultura digital, o que requer e implica em nossas ações e comportamentos”, concluiu.

Objetivos
Na avaliação dela, é preciso partir da perspectiva de que a educação midiática é um direito e uma necessidade. “Temos e precisamos da oportunidade de trabalhar a educação midiática junto aos formuladores de políticas públicas com base na BNCC, no sentido de integrar as habilidades da cultura digital às habilidades ligadas ao conteúdo curricular”, pontuou.

Para Daniela, lembrar da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é sempre importante porque ela aponta caminhos. “Ela abre oportunidades de se trabalhar a educação midiática”, explicou.

Recursos
Baixe o e-book do EducaMídia sobre democracia. Clique aqui.

Acesse o plano de aula sobre Wikipédia. Clique aqui.

Acesse o nosso glossário interativo. Clique aqui.

Baixe o Guia da Educação Midiática gratuitamente. Clique aqui.

Compre o Guia da Educação Midiática físico, disponível na Amazon. Clique aqui.

Para assistir ao vídeo com Daniela Machado e Mariana Ochs na íntegra, clique aqui.

Foto de João Costa

João Costa

Jornalista

Jornalista, desenvolve um trabalho com o propósito humanitário por meio da: "Filosofia da Evolução das Relações Humanas”.

Voltar ao topo
FAÇA
PAR—
TE

Venha para nossa rede de educação midiática!
Fique por dentro das novidades

Receba gratuitamente nossa newsletter

Siga nossas redes sociais

Que tal usar nossa hashtag?

#educamidia

Utilizamos cookies essenciais para proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de privacidade.

Política de privacidade